Foi aprovado pelo Ministério do Esporte um projeto para atender 48 crianças e adolescentes com idades entre 6 e 18 anos de Curitiba e Região Metropolitana para a prática de Rugby em Cadeira de Rodas.
Segundo Ricardo Tanhofer, PhD em Ciência do Esporte pela University of Sidney e coordenador do projeto Quad Touros Kids, o projeto atenderá crianças e adolescentes de ambos os sexos com idades entre 6 e 18 anos que tenham deficiência neuromotora moderada ou severa, congênita ou adquirida, preferencialmente da rede pública de ensino de Curitiba e Região Metropolitana.
O objetivo é promover a inclusão e a sociabilização de crianças e adolescentes com deficiência melhorando seus níveis de aptidão física, saúde e qualidade de vida por meio da prática de um esporte extremamente emocionante.
O Rugby em Cadeira de Rodas, também conhecido por Quad Rugby, é um esporte destinado exclusivamente a pessoas que tenham comprometimento neuromotor em membros superiores e inferiores, como lesão medular, sequela de poliomielite, paralisia cerebral, amputações entre outros.
Teve sua origem no Canadá, na década de 70, mas sua estreia em Paralimpíadas deu-se apenas em Atlanta/1996 como esporte demonstração, e em Sydney/2000 a modalidade oficialmente disputou medalha, sendo os Estados Unidos, Austrália e Nova Zelândia vencedores de ouro, prata e bronze, respectivamente. Atualmente, os cinco melhores times no ranking mundial são Austrália, Canadá, Estados Unidos, Japão e Grã-Bretanha.
O QuadRugby chegou ao Brasil apenas no ano de 2005, portanto, é um esporte relativamente recente por aqui. Atualmente, 13 equipes disputam o Campeonato Brasileiro. O Estado do Paraná conta com duas equipes: os Gladiadores de Curitiba e o Locomotiva, de Colombo.
O Curitiba Rugby Clube, autor do projeto está trabalhando buscando patrocinadores para mais esta empreitada que deve iniciar em 2018, ampliando assim seu leque de projetos sociais-esportivos. O clube já possui outros três projetos por Lei de Incentivo ao Esporte do Governo Federal, um deles premiado internacionalmente pela World Rugby (Confederação Internacional de Rugby).
Mais informações pelo fone 41 99977-3079 ou por email.

Foto por JOON HO KIM.

Sobre o Curitiba Rugby:

Fundado em 1983, o Curitiba Rugby Club é uma entidade sem fins lucrativos que tem por objetivo a transformação social por meio do esporte. Foi bicampeão brasileiro em 2016, tanto no masculino como no feminino. Seus projetos funcionam por leis de incentivo ao esporte e contam com o apoio do governo em todas as esferas: municipal, estadual e federal.
​ ​
Seu projeto social VOR – Vivendo O Rugby, que atende mais de 600 crianças da rede pública de ensino, foi premiado pela World Rugby como melhor do mundo em 2014. Os alunos do VOR que se destacam no esporte e nos estudos são convidados para integrar as categorias de base do clube por meio do Projeto RPS – Rugby Para Sempre​.​

Para completar o ciclo de sustentabilidade por meio do esporte, cerca de 15 atletas recebem bolsas de estudo através de uma parceria com as Faculdades Uniandrade. Assim o Curitiba Rugby forma não apenas atletas, mas também cidadãos com uma vida profissional promissora além do esporte.
Seus Projetos são patrocinados por: CCR RodoNorte, Volvo, Uniandrade, Grupo Arauco, Sanepar e TCP; e apoiados por: Isotron, Favretto Painéis, Nutrimental, Rumo, Sanrad e We Are Bastards Pub.

Sobre o Rugby:​
De origem britânica, o rugby é um dos esportes coletivos mais praticados no mundo. É responsável pelo terceiro maior evento esportivo do planeta, a ​Copa do ​Mundo de Rugby, que está atrás apenas da ​Copa do ​Mundo de ​Futebol e dos​ jogos ​olímpicos.
Segundo várias fontes, foi trazido para o Brasil por Charles Miller em 1894 junto com o futebol. Embora o futebol tenha encontrado terreno muito mais propício, o rugby tem crescido muito no Brasil: já são mais de 300 clubes, cerca de 10 mil jogadores.
É praticado em um campo gramado de tamanho semelhante ao do futebol (100 x 70 metros). Duas características marcantes do rugby são a bola oval e a trave em forma de H. Diferente do Futebol Americano, no rugby os jogadores usam apenas o protetor bucal como equipamento de segurança obrigatório.
No Brasil o rugby é praticado nas modalidades XV e Sevens. O Rugby VX é o mais tradicional, praticado com 15 jogadores de cada equipe em campo em dois tempos de 40 minutos. Sevens é a modalidade olímpica, praticada com 7 jogadores de cada equipe em campo em dois tempos de 7 minutos.

Please follow and like us: